terça-feira

Veronica Stigger - Gran Cabaret Demenzial.



ilustração: Eduardo Verderame (do livro)

Precisei voltar, vai.

Pra contar sobre esse livro ótimo que li em uma manhã e abriu horizontes para todas e novas formas de pensar e produzir e sentir.

GRAN CABARET DEMENZIAL. O nome já é bem bacana. E dentro é mais. Além de ser uma edição linda, muito bem ilustrada, organizada e tal (é, é da Cosac), traz pequenos contos (questão de simplificação, não de definição) intrigantes que fazem rir e afligem os leitores. Fragmentação do sujeito, crises identitárias, palavras e seus significados são alguns dos temas abordados. Com muita, mas muita, muita mesmo criatividade. Verônica Stigger me ganhou demais. Vale a pena. Destaque especial para O DIÁLOGO DE TRISTEZA E ISIDORO. Putaqueopariu. Quero encenar.

Nenhum comentário: