quinta-feira

CORPO


Fernand Léger. Les Trapézistes.

CORPO
APRENDER A OUVIR CORPO A VI
VER CORPO


Tarde da noite. OS COTOVELOS ESTÃO TENSOS E O TELEFONE TOCA. Ela atende e agora os lábios ficam. Tensos. Ela que fugiu durante toda a tarde não pode. Devido a sua boa-educação fugir de novo e pareceu tão fácil mas não foi. O corpo sabia soube o que quer. E o que não o fato é que o corpo sentia tonturas, fraquejavam tensos os joelhos e ela. Fugia linda a cabeça dela fugia a cabeça dela sempre foge, às vezes. Lóri você está aprendendo que existe um corpo aí... não perca isso nunca e exale, disse Ulisses. A cabeça tentava levar o corpo e era uma ilusão que conseguia os sinais estavam ali mesmo. Os mesmos sinais de sempre que ela nunca havia notado porque pensava e era em nome de quê?

Tocando Nina Feeling Good ao fundo. Tocando o chão com os pés inteiros. Tocando.

Nenhum comentário: