quinta-feira

ANOTAÇÕES

É preciso tentar inventar novas técnicas
impossíveis de reconhecer
que não se pareçam com nenhuma técnica precedente para evitar a puerilidade do ridículo
para construir um mundo próprio sem confrontação
possível
para o qual não existem precedentes de julgamento
que devem ser novos como a técnica
Ninguém deve saber que o autor não presta
que é um ser anormal, inferior que,
como um verme,
se contorce para sobreviver
Ninguém deve apanhá-lo em um momento de ingenuidade
Tudo deve apresentar-se perfeito baseado em regras desconhecidas e,
portanto,
indubitáveis como um louco
Sim, como um louco.

P. Paolo Pasolini. em Teorema.

Nenhum comentário: