terça-feira

BARONESA


Man Ray, Give me.
.
.
.
.
.
.
Singela, as luvas brancas
Nosso sobrado, nosso sobrado
No Ouvidor enquanto dorme o Barão

Minhas mãos são pálidas
As suas são muitas