quinta-feira

joules


Hélio Oiticica (não sei o nome da obra)
*
tropeços, vazios, berros delonge,
(te conheço)

cada gente é uma jaula
o contrário não
procede

um leão numa jaula
um pato numa jaula
uma nuvem numa jaula

uma vitrola tocando tocando tocando tocando toc
um disco gira olha aí como você é inconseqüente

só os bons momentos, diz

numa jaula
não
numa garrafa de rum vagabundo e bóia no mar

Nenhum comentário: