terça-feira

Fabrício Corsaletti

MOVEDIÇO

sou antigo e
movediço
como o mangue

não sei
como não enlouqueci
aos 16

ainda tenho forças
pra destruir este quarto
este corpo os postes
da rua -

mas não posso
morrer não posso
não assim
maravilhado

*

in: Estudos para o seu corpo. Companhia das Letras, 2007.

Nenhum comentário: