segunda-feira

dialética do agora - 2. Haroldo de Campos

ora se nos mostra o agora:
este agora.
a g o r a.
mas ele já deixou de o ser
quando nos é posto à mostra:
e vemos que o agora
está exatamente nisto:
enquanto ele é
de já não mais ser.
o agora que ora se nos mostra
é um ter-sido
e nisso está sua verdade:
ele não tem a verdade do que é estar sendo.
mas é verdade isso
de ele ter sido.
mas o ter-sido não fica sendo
de fato uma essência:
ele não é
e nosso afazer era o ser.

*

(Crisantempo. p. 218. Ed. Perspectiva)

Um comentário:

Juliana Gola disse...

Young!!!!
Gostou???
Augusta, qdo? URGENTE!
Beijo, xuuu!