quarta-feira

sentítulo#2

Imagem recíproca do fim
Sem que o nome fosse morte
Ou uma coisa verbal, palavra qualquer, o nome era uma imagem

Uma camiseta cor de exército
Uma frase escrita nela (mas não é essa frase o nome, especificamente)
Uma frase escrita: jesus loves you e também era suja
Uma camiseta escrita jesus loves me e suja de porra

A última porra daquela última guerra
nossa
E o nome só podia ser isso mesmo
E era, vestida de carta de marselha
a própria senhora
a insana,
a guerra, que estava a nossos pés

4 comentários:

Ellen Maria disse...

Purgatório:
A gente se vê por aqui.

Anônimo disse...

vem dormir, vem

veterano disse...

porra de guerra.

Ana Cristina Joaquim disse...

guerreira também eu...