terça-feira

Uma mão branca. Não.
uma mão morta, Eve, você já segurou uma mão morta?

vamos todos juntos, sozinhos
se enfiar na lama, se enfiar na lama cadavez mais
e mais e mais, e verás: a lama é nutritiva e viciante então você começa a cantar
aquela velha
canção
de ninar

lama, lama, minha querida
posso te cantar para sempre
é só você me bem quiser
lama, lama, lama
ouça-me bem
eu lhe amo dilacerante
e barroca, lama

God bless the mud
God bless the lame

Um comentário:

Roberto Matansa disse...

O fato é certo,
deixou as laterais e as linhas.
De dentro não saem tantas pérolas,
e gestações se alongam.
Mas continua o talento e a violação das regras.