quinta-feira

poema lúdico do constrangimento

NÃO GOSTO de falar a gente
fala sobre isso também e tem
poemas uns poemas de meias
palavras agridoces ocres de la


vidamarga um café
sim o café
nosso café ele está
pra uma vida qualquer

3 comentários:

Anônimo disse...

vidamarga, vidabandida.

m. sagayama disse...

quando gosto dos seus poemas, gosto de verdade.

Marília Lourenço disse...

esse me dá vontade de chorar... e desenhar, desenhar, desenhar.