segunda-feira

3 pequenos poemas para
nelson provazi

no escuro você não enxerga nada mas a janela
a janela vai ficar pequena fecha o olho e lembra
o que você sempre disse

*

nascemos muito velhos
a canoa é um rastro
solte suas mãos no meu rosto
na sua pequena criatura

*

quando quero cortar
aperto mais e feroz
(a solução: aqui é meio claro
meio escuro)

conheci um cavalo inacessível
e extremamente dócil

Nenhum comentário: