terça-feira

dezlugares de se sentir muito só

(desprojeto pra Marilia)



o último vagão

sala de espera do pronto

socorro!

ponto de ônibus a essa hora demora assim


(eu serei sua lembrança vaga

a gente não se entende mais)


praça de alimentação aos sábados

fila do banco em S

você precisa decidir

mas escuto canções de amor

e esqueço


você não me tem como antigamente

você cortou as cabeças das rosas

agora como será possível vencer o luto

das quatro paredes



acabou a força, acabou a força

6 comentários:

Tiago disse...

Você perde muitas coisas, mas nunca a mão.

charl disse...

carai.

Rodrigo disse...

uiah,que doído. muito bonito.

Drita disse...

coisa linda!

Marília disse...

lindo, Juli!
vamos fazer!
vamos conversar! mais e mais!

Ana disse...

vencer o luto das quatro paredes. lindo lindo! Beijo. E não se esqueça do novo projeto.